Um estudo dos pedidos de patentes da pós-graduação brasileira: Período de 2013-2017 / A Study of Brazilian Postgraduate Patent Applications: Period 2013-2017

  • Vívian Costa Alves Universidade Federal de Santa Catarina
  • Bruno César Neves de Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Roberto Carlos Santos Pacheco Universidade Federal de Santa Catarina

Abstract

ABSTRACT

In order to perceive the knowledge production of a country, one can analyze the indicators generated from its stricto sensu postgraduate system. This paper aims to analyze the patent applications required by Brazilian graduate programs between 2013 and 2017 in order to identify the areas of knowledge, the states, regions and programs that have most yielded technology and contributed to the Brazilian innovation system. Thus, a bibliographic survey was carried out concerning the Brazilian postgraduate programs and a quantitative study was conducted using open governmental data published by Capes (Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel).

RESUMO

Uma maneira de perceber a produção de conhecimento de um país consiste em analisar os indicadores gerados a partir de seu sistema de pós-graduação stricto sensu. Assim, este artigo tem como objetivo analisar os pedidos de patentes requeridos pelos programas de pósgraduação brasileiros entre os anos de 2013 e 2017 com vistas a identificar as áreas de conhecimento, os estados, regiões e os programas que mais têm apresentado produção tecnológica e contribuído para o sistema de inovação do Brasil. Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico sobre a pós-graduação brasileira e conduzido um estudo quantitativo a partir de dados abertos governamentais publicados pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).

References

Almeida Júnior, A., Sucupira, N., Salgado, C., Barreto Filho, J., Silva, M. R. e, Trigueiro, D., Maciel, R. (2005). Parecer CFE no 977/65, aprovado em 3 dez. 1965. Revista Brasileira de Educação, (30), 162–173. https://doi.org/10.1590/S1413-24782005000300014

Amadei, J. R. P., & Torkomian, A. L. V. (2009). As patentes nas universidades: análise dos depósitos das universidades públicas paulistas. Ciência Da Informação, 38(2), 9–18. https://doi.org/10.1590/S0100-19652009000200001

Balbachevsky, E. (2005). A pós-graduação no brasil novos desafios para uma política bem-sucedida. Os Desafios Da Educação No Brasil, (January 2009), 275–304. Retrieved from https://portais.ufg.br/up/67/o/Pos-Graduacao_Brasil_2.pdf

Biotecnologia, P. de P.-G. em, & RENORBIO. (2018). Sobre a Rede. Retrieved November 20, 2018, from http://renorbio.org/renorbio/sobre/coordenações

Brasil. MDIC. Instituto Nacional de Propriedade Industrial. (2018a). Indicadores de Propriedade Industrial 2017: O uso do sistema de propriedade industrial no Brasil. Rio de Janeiro - RJ. Retrieved from http://www.inpi.gov.br/sobre/estatisticas/arquivos/indicadores_pi/indicadores-de-propriedade-industrial-2017.pdf

Brasil. MDIC. Instituto Nacional de Propriedade Industrial. (2018b). Relatório de Atividade INPI - 2017. Rio de Janeiro - RJ. Retrieved from https://iba.org/images/shared/Biblioteca/IBA_RelatorioAnual2017.pdf

Brasil. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (2018a). Caracterização do Sistema de Avaliação da Pós-Graduação. Retrieved November 27, 2018, from http://www.capes.gov.br/acessoainformacao/informacoes-classificadas/91-conteudo-estatico/avaliacao-capes/6871-caracterizacao-do-sistema-de-avaliacao-da-pos-graduacao

Brasil. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (2018b). Cursos Avaliados e Reconhecidos. Retrieved October 10, 2018, from https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/programa/quantitativos/quantitativoRegiao.jsf

Brasil. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (2018c). História e Missão. Retrieved October 10, 2018, from http://www.capes.gov.br/historia-e-missao

Brasil. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (2017). Relatório Final 2016/2017 - Comissão Especial de Acompanhamento do PNPG 2011-2020. Brasilia. Retrieved from http://www.capes.gov.br/images/stories/download/relatorios/231117-Relatorio-PNPG-Final-2016-CS.pdf

Brasil. (2018). Decreto No 9.283, DE 7 de fevereiro de 2018. Retrieved October 9, 2018, from http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2018/Decreto/D9283.htm

Confederação Nacional das Indústriais - CNI. (2017). Perfil das Indústrias nos Estados. Retrieved December 10, 2018, from http://perfildaindustria.portaldaindustria.com.br/estado/rr

Etzkowitz, H. (2009). Hélice tríplice: Universidade, Industria, Governo: Inovação em movimento. Porto Alegre: EDIPUCRS.

Etzkowitz, H., & ZHOU, C. (2017). Hélice Tríplice: inovação e empreendedorismo universidade-indústria-governo. Estudos Avançados, 31(90), 23–48. https://doi.org/10.1590/s0103-40142017.3190003

Kuenzer, A. Z., & Moraes, M. C. M. (2005). Temas e tramas na pós-graduação em educação. Educ. Soc., Campinas, 26(93), 1341–1362. https://doi.org/10.1590/S0101-73302005000400015

Moritz, G. D. O., Moritz, M., & Melo, P. A. De. (2011). A Pós-Graduação brasileira: evolução e principais desafios no ambiente de cenários prospectivos.

Nascimento, R. P., & Salvá, M. N. R. (2013). A política de avaliação da pós-graduação stricto sensu e o trabalho docente: rumo ao “produtivismo acadêmico”? EnGPR, 1–16.

Oliveira, R. M., & Velho, L. M. L. S. (2010). Patentes acadêmicas no Brasil: uma análise sobre as universidades públicas paulistas e seus inventores. Parceirias Estratégicas, 14(29), 173–200. Retrieved from http://variety.com/2015/tv/news/tca-fx-networks-john-landgraf-wall-street-1201559191/wall-street-1201559191/2017-scripted-tv-series-fx-john-landgraf-1202653856/

Pinheiro-Machado, R., & Oliveira, P. (2004). A comparative study of patenting activity in U . S ., 61(3), 323–338.

Póvoa, L. M. C. (2008). Patentes de universidades e institutos públicos de pesquisa e a transferência de tecnologia para empresas no Brasil no Brasil. UFMG. https://doi.org/10.1016/S0735-1097(02)81085-3

Santos, A. L. F. Dos, & Azevedo, J. M. L. De. (2009). A pós-graduação no Brasil, a pesquisa em educação e os estudos sobre a política educacional: os contornos da constituição de um campo acadêmico.

Revista Brasileira de Educação, 14(42), 534–550. https://doi.org/10.1590/S1413-24782009000300010

Santos, C. M. dos. (2003). Tradições e contradições da pós-graduação no brasil. Revista Educação & Sociedade, 24(83), 627–641. https://doi.org/10.1590/S0101-73302003000200016

Spagnolo, F., & Souza, V. C. (2004). , 8–34.

Verhine, R. E. (2008). Pós-graduação no Brasil e nos Estados Unidos : Uma análise comparativa. Educação, 166–172. Retrieved from https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=84819177006

Published
2019-04-09
How to Cite
Alves, V. C., Neves de Oliveira, B. C., & Santos Pacheco, R. C. (2019). Um estudo dos pedidos de patentes da pós-graduação brasileira: Período de 2013-2017 / A Study of Brazilian Postgraduate Patent Applications: Period 2013-2017. TECHNOreview. International TechnoSciences and Society Review / Revista Internacional De TecnoCiencias Y Sociedad, 8(1), 43-53. https://doi.org/10.37467/gka-revtechno.v8.2045
Section
Artículos