The Seal "Age-Friendly City" and an Regional Development Perspective in São Paulo, Brazil

  • Cristiane Cinat Universidade Estadual Paulista - UNESP/Franca
Keywords: Public Policy, Human Aging, Regional Development

Abstract

Our study aims to examine whether a public policy suggested by the Government of the State of São Paulo: the Seal "Age-Friendly City" may significantly impact the idea of local / regional development by municipalities which accede to her. To this end, we seek to develop a qualitative exploratory study, abeam of systematic literature readings crafted in course taken in the Graduate Program in Social Work from UNESP / Franca. Thus, we seek to carry out a reflection on two contemporary concepts: the human aging and the development of a perspective beyond economic dimension, only. It follows in work, the possible conclusions from this exercise.

Author Biography

Cristiane Cinat, Universidade Estadual Paulista - UNESP/Franca
É Assistente Social da Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, graduada em Serviço Social pela Universidade Estadual Paulistas “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP/Franca e mestre em Gerontologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP. É doutoranda em Serviço Social pela UNESP/Franca e atua principalmente nos temas: Serviço Social, políticas públicas e envelhecimento humano.

References

Beavoir, S. (1970). A Velhice . São Paulo: Editora Difusão Europeia do Livro.

Brasil. (2010). A PNDR em dois tempos: A experiência apreendida e o olhar pós 2010. Brasília, DF: Ministério da Integração Nacional (MI). Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional.

Brasil. (2006). Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa. Portaria nº 2.528/GM de 19 de outubro de 2006.

Camarano, A. A. (org). (2010). Cuidados de Longa Duração para a População Idosa: um novo risco social a ser assumido? Rio de Janeiro: IPEA.

Debert, G. G. (2004). A Reinvenção da Velhice. São Paulo: Edusp.

Gil, A. (2010). Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas.

Kanashiro, M. M. (2012). Envelhecimento Ativo: uma contribuição para o desenvolvimento de instituições de longa permanência amigas da pessoa idosa (Dissertação de Mestrado). São Paulo, Universidade de São Paulo.

Machado, J. G. R. & Pamplona, J. B. (2008). A ONU e o desenvolvimento econômico: uma interpretação das bases teóricas da atuação do PNUD. Revista Economia e Sociedade, 17 (1), pp. 53-84.

OMS (World Health Organization). (2005). Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde.

OMS (World Health Organization). (2008). Guia Global: Cidade Amiga do Idoso [version for the web. WHO.

Prado Jr, C. (1986). História Econômica do Brasil. São Paulo: Ed. Brasiliense.

São Paulo (2012). Governo. Programa São Paulo Amigo do Idoso. Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. [versão online] disponível em http://www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br/

Schirrmacher, F. (2005). A Revolução dos Idosos: o que muda no mundo com o aumento da população mais velha. Rio de Janeiro: Editora Elsevier.

Ugá, V. D. (2004). A Categoria “pobreza” nas formulações de Política social do Banco Mundial. Revista de Sociologia e Política, 23, pp. 55-62.

Published
2016-03-30
How to Cite
Cinat, C. (2016). The Seal "Age-Friendly City" and an Regional Development Perspective in São Paulo, Brazil. SOCIAL REVIEW. International Social Sciences Review, 5(1), 229-238. https://doi.org/10.37467/gka-revsocial.v5.476
Section
Articles